2º WORKSHOP DE JUDÔ

COM O CAMPEÃO OLÍMPICO EM BARCELONA 1992

ROGÉRIO SAMPAIO

24 DE SETEMBRO

COLÉGIO SANTA MÔNICA - TAQUARA

Rogério Sampaio Cardoso (Santos, SP, 12/9/1967) chegou a Barcelona para disputar a Olimpíada, em 1992, totalmente desacreditado. As previsões apontavam Aurélio Miguel, ouro na categoria meio-pesado em Seul, quatro anos antes, e Shigueto Yamasaki Junior como os únicos judocas brasileiros com chance de subir ao pódio. No entanto, Rogério acabou vencendo seus cinco adversários no mesmo dia, em 17 minutos e 53 segundos. Em três daquelas lutas, Rogério utilizou o o-soto-gari, um dos golpes mais simples do judô, semelhante à conhecida rasteira. Corn isso, conquistou o ouro na categoria meio-leve um dos dois únicos que o Brasil trouxe daqueles jogos. O outro foi do vôlei masculino.

Filho de uma família de classe média de Santos, Rogério Sampaio era uma criança hiperativa que começou a praticar judô aos 4 anos por recomendação médica. Aos 16 anos, já era campeão paulista. Seu primeiro título internacional foi o campeonato pan-americano juvenil, disputado no México, em 1985 - resultado que ele repetiria em 1987. Em 1991, foi campeão paulista e brasileiro na categoria leve. Seu irmão, Ricardo, já havia representado o Brasil na categoria dos médios, a mesma de Rogério, na Olimpíada de Seul, em 1988.

Um ano antes dos Jogos de Barcelona, Ricardo, o irmão de Rogério, cometeu suicídio enforcando-se com a faixa preta, após uma briga com a namorada. Depois de ficar dois anos e meio sem lutar em competições oficiais por desentendimentos com dirigentes do judô, como já havia acontecido com seu amigo Aurélio Miguel, Rogério Sampaio teve que treinar 12 horas por dia durante meses para recuperar o tempo perdido e ir a Barcelona. Lá ganhou a medalha de ouro e a dedicou ao irmão.

A trajetória de Rogério Sampaio também pode ser acompanhada no documentário "Ippon A Superação Olímpica de Rogério Sampaio" disponível em: https://vimeocorn/727035611, o filme retrata toda a trajetória vivida pelo judoca brasileiro Rogério Sampaio rumo à sonhada medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona 1992.
  • 09:00 às 11:00

    Alunos e Atletas, de todas as faixas
    (de 13 a 17 anos)
  • 11:30 às 13:30

    Alunos e Atletas, faixa cinza em diante
    (de 8 a 12 anos)
  • 15:00 às 18:00

    Alunos, Atletas e Professores
    (acima de 18 anos)